Foz do Iguaçu é escolhida para sediar o Encontro Nacional de Juízes Estaduais

Rômulo Cardoso Quarta, 09 Agosto 2017

A candidatura da cidade de Foz do Iguaçu (PR), por meio da Associação dos Magistrados do Paraná (Amapar), para sediar o VII Encontro Nacional de Juízes Estaduais (Enaje) foi aprovada durante a quarta reunião do Conselho Executivo, nesta terça-feira (8), em Brasília (DF). As cidades concorrentes à recepção do evento em maio de 2019 foram Curitiba (PR) e Porto de Galinhas (PE).

 

Ao defender as cidades paranaenses de Foz do Iguaçu e Curitiba, o presidente da Associação dos Magistrados do Paraná (Amapar), Frederico Mendes Júnior, junto ao gerente de eventos da Iguassu Convention & Visitors Bureau, Alexandre Jung, apresentou um vídeo sobre os atrativos da região.

 

“Paraná está com muita vontade de sediar o Enaje, então trouxemos duas opções. Foz do Iguaçu é um local de encontro de etnias, culturas e idiomas, uma cidade linda, com atrativos que vão encantar todos os participantes. Já Curitiba é uma capital extraordinária, limpa, com baixíssimos índices de violência e com excelente estrutura que fazem o local receber cada vez mais eventos nacionais e internacionais. Temos o apoio dos dois municípios e das entidades que representam o turismo em cada um dos dois lugares”, disse Frederico Mendes Júnior.

 

O presidente da Associação dos Magistrados do Estado de Pernambuco (Amepe), Emanuel Bonfim Amaral Filho, também apresentou um vídeo com as peculiaridades de Porto de Galinhas. “O balneário tem 17 hotéis e aproximadamente 150 pousadas, além de 18 quilômetros de litoral. Há inúmeros passeios turísticos e atrações para todos os gostos e idades, uma culinária riquíssima em frutos do mar, boa acessibilidade e infraestrutura para receber o evento”, propôs.

 

Ao final, o presidente da AMB, Jayme de Oliveira, abriu a oportunidade para que os presentes votassem entre as três opções e, após a escolha, pontuou que “foram três cidades concorrentes, todas com capacidade para realizar o evento e isso foi muito bem demonstrado. No entanto, na votação, que foi muito disputada, o Conselho Executivo optou por Foz do Iguaçu, uma cidade já conhecida pela magistratura e que tem feito muitos eventos com ótima estrutura. Tenho certeza de que será um grande Encontro”.

 

Também participaram da reunião do Conselho Executivo os vice-presidentes Maria Isabel da Silva (Administrativo), Renata Gil (Institucional), Julianne Marques ( Direitos Humanos) e Nelson Missias (Planejamento Estratégico, Previdência e Assuntos Jurídicos), Maurício Drummond (Trabalhista), Jerson Gubert (Legislativo), José Arimatéia Neves (Prerrogativas); o secretário-geral, Átila Naves; o diretor-tesoureiro, Nicola Frascati Junior; o tesoureiro-adjunto, Rafael Sandi; a integrante da Secretarias de Prerrogativas e de Assuntos Institucionais, Maria Rita Manzarra; a coordenadora da Justiça Federal, Renata Andrade Lotufo; o coordenador da Justiça Militar, Paulo Casseb; o presidente da Associação dos Magistrados da Justiça Militar da União (Amajum), Edmundo Franca; o coordenador da Justiça Trabalhista, Diego Petacci; o presidente da Associação Cearense de Magistrados (ACM), Ricardo Alexandre Costa; e os integrantes do Conselho Fiscal, Helvécio de Brito Maia Neto e José Anselmo de Oliveira, entre outros presentes.

bemapbjudibamb403069308 jusprevlogo

Best World Bookamker williamhill.com reviewbbetting.co.uk