O Programa mais Recente:

  • Atuação do Gaeco na Tríplice Fronteira é tema de edição do Justiça Para Todos

    Atuação do Gaeco na Tríplice Fronteira é tema de edição do Justiça Para Todos

    Entrevistado:

    Tiago Lisboa Mendonça

    Data do Programa:

    Quinta, 08 Fevereiro 2018

    Tema:

    Atuação do Gaeco

    O Justiça Para Todos conversou, nesta quinta-feira (08), com o promotor Tiago Lisboa Mendonça, coordenador da unidade de Foz do Iguaçu do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Na oportunidade, ele explicou aos ouvintes sobre as competências e a atuação do órgão: “O trabalho desenvolvido pelo Gaeco é atuar em um nicho muito específico que é a área de combate à criminalidade organizada”.
    Durante a conversa, o promotor também comentou sobre o panorama atual da criminalidade nas áreas de fronteira, mais especificamente em Foz do Iguaçu. “É uma teia muito grande de crimes que se relacionam com essa posição geográfica, e isso demanda uma atuação bem específica do Gaeco”, observa. Tiago avaliou, ainda, os desafios no trabalho desenvolvido pelo órgão nessa região.
    Confira aqui a entrevista na íntegra.

Trabalho desenvolvido pela EMAP é tema do Justiça para Todos

Terça, 14 Março 2017

Trabalho desenvolvido pela EMAP é tema do Justiça para Todos

Tema:

Escola da Magistratura do Paraná

Entrevistado:

José Laurindo de Souza Netto

 

No programa Justiça para Todos desta terça-feira (14), o diretor-geral da Escola da Magistratura do Paraná, desembargador José Laurindo de Souza Netto, compareceu aos estúdios da rádio Educativa, AM 630, para falar sobre a EMAP.

Já no início da entrevista, o magistrado falou sobre os principais objetivos da Escola e como ela funciona na prática. Além disso, contou sobre os cursos oferecidos pela EMAP, para o público externo. ‘‘Além de palestras, seminários, temos cursos destinados aos bacharéis e cursos destinados aos magistrados’’, disse e completou: ‘‘para os bacharéis, temos cursos sobre o Novo Código de Processo Civil, curso esse que pode ser feito à distância, curso de resolução de questões, que tem tido muita procura por estudantes e bacharéis em Direito que pretendem ingressar na carreira, entre outros’’.

Ao final da conversa, o desembargador falou sobre sua experiência à frente da Escola da Magistratura. ‘‘Os desafios são vários, mas fizemos no início da gestão um projeto de curto, médio e longo prazo e estamos trabalhando em cima disto’’, destacou e finalizou: ‘‘os resultados já começaram a aparecer. Em 2016, já tivemos a solução de grandes problemas e, agora, é tempo de avançar. É preciso qualificar os juízes, pois aperfeiçoando os magistrados, melhoramos a instituição, com bons juízes teremos um bom Judiciário’’.

Confira a entrevista na íntegra com o desembargador José Laurindo de Souza Netto

bemapbjudibamb403069308 jusprevlogo