O Programa mais Recente:

  • Justiça para Todos conversa com o Juiz Ricardo Henrique Ferreira sobre o Projeto Justiça ao Espectador

    Justiça para Todos conversa com o Juiz Ricardo Henrique Ferreira sobre o Projeto Justiça ao Espectador

    Entrevistado:

    Ricardo Henrique Ferreira

    Data do Programa:

    Quinta, 24 Maio 2018

    Tema:

    Projeto Justiça ao Espectador

    O programa Justiça para Todos desta quinta-feira (24) conversou com o juiz auxiliar da 2º vice-presidência do Tribunal de Justiça do Paraná, Ricardo Henrique Ferreira, sobre o projeto Justiça ao Espectador. Por meio do projeto são instalados, em grandes eventos, o Posto do Juizado do Torcedor, com o objetivo de atender ocorrências policiais que ocorram durante a realização desses eventos esportivos ou espetáculos de diversão pública. O magistrado trouxe mais informações sobre como o programa funciona na prática e apontou as ocorrências mais frequentes atendidas pelo Posto do Juizado do Torcedor. O trabalho realizado pelo projeto Biometria nos Estádios, desenvolvido dentro do escopo do Justiça ao Espectador, também foi esclarecido durante a conversa. Além disso, Ricardo trouxe uma reflexão sobre os avanços do Poder Público na prevenção da violência nos estádios e eventos esportivos: “O Poder público vem fazendo um trabalho muito bom. As polícias civil e militar do estado do Paraná têm uma ação muito interessante, um trabalho de inteligência de mapeamento muito efetivo que tem garantido uma segurança bem eficaz.” Confira aqui a entrevista na íntegra.  

Regularização fundiária é tema do Justiça Para Todos

Segunda, 15 Janeiro 2018

Regularização fundiária é tema do Justiça Para Todos

Tema:

Regularização fundiária

Entrevistado:

Olenka Lins

Nesta segunda-feira (15), o programa Justiça Para Todos conversou com a defensora pública Olenka Lins, que falou sobre a legislação relacionada à regularização fundiária. Explicando aos ouvintes quais são as principais leis referentes ao tema, ela esclareceu quais são as diferenças entre as regularizações urbana e rural, especificando também os procedimentos básicos a serem adotados nesses processos. “A regularização fundiária é um forte meio de integração socioespacial dos cidadãos, e não pode ser vista apenas como entrega de títulos. Ela deve se dar de maneira efetiva, dando condições de habitabilidade e moradia digna”, observa.
Na oportunidade, Olenka também explicou quais são os conflitos fundiários mais comuns, e avaliou de que maneira poderiam ser solucionados os atuais problemas referentes às questões fundiárias no país.
Confira aqui a entrevista na íntegra.

bemapbjudibamb403069308 jusprevlogo