O Programa mais Recente:

  • Entenda o que é crime contra a honra e o impacto das fake news na propaganda eleitora

    Entenda o que é crime contra a honra e o impacto das fake news na propaganda eleitora

    Entrevistado:

    Siderlei Ostrufka Cordeiro

    Data do Programa:

    Terça, 19 Março 2019

    Tema:

    crimes contra a honra e fake news

    O juiz Siderlei Ostrufka Cordeiro participou do programa de rádio da AMAPAR, o Justiça para Todos, nesta terça-feira (19). Ele trouxe aos ouvintes da Paraná Educativa mais informações sobre os crimes contra a honra cometidos nas redes sociais e também sobre o impacto das fake news na propaganda eleitoral.

    Ao início da entrevista, para situar os ouvintes, o magistrado explicou o conceito de honra: “É um conjunto de atributos dispostos a respeito de uma pessoa capaz de valorar a sua autoestima. Quando falamos de autoestima falamos de uma honra subjetiva, aquela que o sujeito tem em relação a ele próprio. Ou uma consideração perante a sociedade, que seria a honra objetiva”. Segundo o juiz, a partir desse conceito, são diferenciados os crimes contra a honra em que a ofensa ao bem jurídico é uma ofensa a honra subjetiva, dos crimes em que a ofensa é a honra objetiva. Ao longo da entrevista, o magistrado esclareceu e exemplificou situações que envolvem calúnia, injúria e difamação. Siderlei, durante a conversa, fez um alerta aos ouvintes: “Não é por que um fato em tese seja verdadeiro que você pode divulgá-lo”. Confira aqui a entrevista na íntegra. 

Mudanças na Política Nacional sobre Drogas são debatidas no Justiça para Todos

Sexta, 20 Abril 2018

Mudanças na Política Nacional sobre Drogas são debatidas no Justiça para Todos

Tema:

Enfrentamento às drogas

Entrevistado:

Quirino Cordeiro

O Justiça para Todos teve a participação, na sexta-feira (20), de Quirino Cordeiro, coordenador Nacional de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas do Ministério da Saúde. Ele trouxe aos ouvintes mais informações sobre as mudanças na Política Nacional sobre Drogas (PNAD), que foram recentemente aprovadas. 
Durante a entrevista, Quirino explicou a quais cuidados médicos os dependentes químicos devem ter acesso para um tratamento adequado e como deve ser feito o acompanhamento e a reinserção social destes dependentes, após o tratamento. Foram discutidas ainda as maneiras mais eficientes do Poder Público investir na prevenção e enfrentamento às drogas. Confira aqui a entrevista na íntegra. 

bemapbjudibamb403069308 jusprevlogo