O Programa mais Recente:

  • Justiça Para Todos traz informações sobre projeto de lei que dá maior liberdade de fiscalização em uma sociedade limitada

    Justiça Para Todos traz informações sobre projeto de lei que dá maior liberdade de fiscalização em uma sociedade limitada

    Entrevistado:

    Gustavo Pires

    Data do Programa:

    Quinta, 19 Outubro 2017

    Tema:

    Transparência nas empresas

    Nesta quinta-feira (19), o Justiça Para Todos recebeu o advogado Gustavo Pires, especialista em Direito Societário. Falando sobre transparência nas empresas, ele explicou aos ouvintes o que dispõe o projeto de lei, atualmente em discussão no Congresso, que dá aos sócios maior liberdade de fiscalização em uma sociedade limitada. Primeiramente, o advogado esclareceu o que caracteriza esse tipo de organização: “A responsabilidade dos sócios é limitada ao valor do capital social, e é uma sociedade que tem regras de governança um pouco mais simples do que se comparadas com as de uma sociedade anônima, por exemplo”.
    Durante a entrevista, Gustavo também falou sobre os possíveis impactos da aprovação desse projeto de lei no funcionamento das sociedades limitadas, comentando o que poderia ser aprimorado na proposta para uma maior adequação do projeto à dinâmica dessas organizações. O advogado ressaltou, ainda, a importância do acesso às informações e processos de uma empresa por todos os sócios. “Esse direito de fiscalização tem de ser exercido. O sócio tem de estar a par do que tem sido feito, de qual política a empresa tem seguido, de como ela tem conduzido seus agentes e, também, deve acompanhar o andamento do investimento que ele fez”, observa.
    Confira aqui a entrevista na íntegra.

Justiça Para Todos traz mais informações sobre gerenciamento de resíduos sólidos

Quarta, 04 Outubro 2017

Justiça Para Todos traz mais informações sobre gerenciamento de resíduos sólidos

Tema:

Gestão de resíduos sólidos

Entrevistado:

Alexandre Gaio

Nesta quarta-feira (04), o Justiça Para Todos recebeu nos estúdios da éParaná o promotor de Justiça Alexandre Gaio, integrante do Centro de Apoio de Proteção ao Meio Ambiente do Ministério Público do Paraná. Na entrevista, ele falou sobre o gerenciamento de resíduos sólidos e a atuação do MP na área. Primeiramente, o promotor explicou aos ouvintes as características desses resíduos: “São aqueles materiais decorrentes das atividades humanas e que podem ser reaproveitados, reciclados ou compostados. É muito importante perceber a diferença entre resíduos sólidos e rejeitos – já que os rejeitos não podem ser reaproveitados”, afirma.
Comentando os principais pontos da Lei que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos, o promotor também destacou a responsabilidade das empresas no gerenciamento desses resíduos. “As empresas constituem um segmento importante da sociedade, e são responsáveis pela geração da maior parte dos resíduos que nós temos”, pontua. Alexandre falou, ainda, sobre os principais impactos causados pela má gestão dos resíduos sólidos, os atuais desafios da sociedade e do poder público nessa área e as ações realizadas pelo Ministério Público visando à destinação correta dos materiais e à proteção ambiental.
Confira aqui a entrevista na íntegra.

bemapbjudibamb403069308 jusprevlogo

Best World Bookamker williamhill.com reviewbbetting.co.uk