O Programa mais Recente:

  • Advogado Luis Ahrens dá dicas jurídicas para micro e pequenos empresários

    Advogado Luis Ahrens dá dicas jurídicas para micro e pequenos empresários

    Entrevistado:

    Luis Ahrens

    Data do Programa:

    Quarta, 12 Dezembro 2018

    Tema:

    Dicas jurídicas para micro e pequenos empresários

    O advogado Luis Ahrens foi convidado pelo Justiça para Todos, nesta quarta-feira (12), para esclarecer questões jurídicas relacionadas às pequenas e microempresas. O convidado deu início a entrevista explicando as diferenças entre estes dois tipos de negócio, falou sobre o que está disposto na Lei da Micro e Pequena Empresa e esclareceu quais são os tipos de sociedades empresariais mais adequadas para estes empreendimentos. Durante a entrevista, Ahrens também deu orientações a respeito dos cuidados que devem ser tomados ao abrir uma empresa. Com relação a importância de se ter um plano de negócio, o advogado ressaltou:“Movido por essa paixão, pela ideia de empreender, o empreendedor não percebe os riscos daquele negócio que ele está querendo iniciar. Então é sempre bom fazer um plano de negóciosorientado por uma pessoa qualificada”.  Confira aqui a entrevista na íntegra. 

Justiça para Todos traz magistrada para fechar semana nacional da mulher e discutir sobre violência doméstica

Sexta, 10 Março 2017

Justiça para Todos traz magistrada para fechar semana nacional da mulher e discutir sobre violência doméstica

Tema:

Semana Nacional da Justiça pela Paz em casa

Entrevistado:

Márcia Margarete do Rocio Borges

 

Nesta sexta-feira (10), o programa Justiça para Todos fechou a comemoração da semana internacional da mulher falando com a juíza Márcia Margarete do Rocio Borges, do juizado de violência doméstica contra mulher de Curitiba, sobre a Semana Nacional da Justiça pela Paz em Casa e violência doméstica.

Além de explicar os principais objetivos da Semana, a magistrada comentou sobre a agilidade dos julgamentos de casos de violência contra a mulher graças a Campanha e, ainda, a importância de destacar o tema e levar mais informações à população. ‘‘É uma forma de encorajar a mulher que sofre com a violência doméstica e familiar para que ela cesse esse ciclo de violência’’.

Borges ainda falou sobre a lei Maria da Penha, o perfil das vítimas e dos agressores, além de comentar sobre a Casa da Mulher Brasileira. ‘‘A Casa da Mulher Brasileira foi criada agora, em 2016, em Curitiba. A ideia da Casa é centralizar o serviço, ou seja, colocar todos os serviços relacionados ao atendimento da mulher como a Delegacia de Polícia, a Defensoria Pública, o Judiciário, o Ministério Público, atendimento psicossocial e, também entre outros, a casa de passagem, no qual elas ficam acolhidas por um período se houver necessidade’’.

 

Confira a entrevista na íntegra com a juíza Márcia Margarete do Rocio Borges

bemapbjudibamb403069308 jusprevlogo