O Programa mais Recente:

  • Atuação do Gaeco na Tríplice Fronteira é tema de edição do Justiça Para Todos

    Atuação do Gaeco na Tríplice Fronteira é tema de edição do Justiça Para Todos

    Entrevistado:

    Tiago Lisboa Mendonça

    Data do Programa:

    Quinta, 08 Fevereiro 2018

    Tema:

    Atuação do Gaeco

    O Justiça Para Todos conversou, nesta quinta-feira (08), com o promotor Tiago Lisboa Mendonça, coordenador da unidade de Foz do Iguaçu do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Na oportunidade, ele explicou aos ouvintes sobre as competências e a atuação do órgão: “O trabalho desenvolvido pelo Gaeco é atuar em um nicho muito específico que é a área de combate à criminalidade organizada”.
    Durante a conversa, o promotor também comentou sobre o panorama atual da criminalidade nas áreas de fronteira, mais especificamente em Foz do Iguaçu. “É uma teia muito grande de crimes que se relacionam com essa posição geográfica, e isso demanda uma atuação bem específica do Gaeco”, observa. Tiago avaliou, ainda, os desafios no trabalho desenvolvido pelo órgão nessa região.
    Confira aqui a entrevista na íntegra.

Justiça Para Todos traz informações sobre tratados internacionais

Segunda, 22 Janeiro 2018

Justiça Para Todos traz informações sobre tratados internacionais

Tema:

Tratados Internacionais

Entrevistado:

Cássio Eduardo Zen

Nesta segunda-feira (22), o Justiça Para Todos recebeu o advogado Cássio Eduardo Zen, que trouxe aos ouvintes mais informações sobre os tratados internacionais. Na oportunidade, ele explicou o que são e de que forma acontece o processo de formação desses acordos, comentando também sobre os principais tratados internacionais vigentes na atualidade.
O advogado também esclareceu de que maneira o Brasil participa dos tratados, especificando como funciona o processo de incorporação desses acordos à legislação e avaliando, ainda, a efetiva aplicação dos tratados pela Justiça brasileira. “No Brasil há diferentes convenções que são, hoje, praticadas no cotidiano, especialmente no Judiciário. Há uma preocupação crescente com o Direito Internacional, e isso é muito importante”, destaca.
Confira aqui a entrevista na íntegra.

bemapbjudibamb403069308 jusprevlogo