O Programa mais Recente:

  • Atuação do Gaeco na Tríplice Fronteira é tema de edição do Justiça Para Todos

    Atuação do Gaeco na Tríplice Fronteira é tema de edição do Justiça Para Todos

    Entrevistado:

    Tiago Lisboa Mendonça

    Data do Programa:

    Quinta, 08 Fevereiro 2018

    Tema:

    Atuação do Gaeco

    O Justiça Para Todos conversou, nesta quinta-feira (08), com o promotor Tiago Lisboa Mendonça, coordenador da unidade de Foz do Iguaçu do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Na oportunidade, ele explicou aos ouvintes sobre as competências e a atuação do órgão: “O trabalho desenvolvido pelo Gaeco é atuar em um nicho muito específico que é a área de combate à criminalidade organizada”.
    Durante a conversa, o promotor também comentou sobre o panorama atual da criminalidade nas áreas de fronteira, mais especificamente em Foz do Iguaçu. “É uma teia muito grande de crimes que se relacionam com essa posição geográfica, e isso demanda uma atuação bem específica do Gaeco”, observa. Tiago avaliou, ainda, os desafios no trabalho desenvolvido pelo órgão nessa região.
    Confira aqui a entrevista na íntegra.

Empresário fala sobre a crise econômica brasileira no Justiça para Todos

Quinta, 30 Março 2017

Empresário fala sobre a crise econômica brasileira no Justiça para Todos

Tema:

Empresas versus crise econômica

Entrevistado:

Clécio Chiamulera

 

Nesta quinta-feira (30), o programa Justiça para Todos recebeu o empresário Clécio Chiamulera para falar ao ouvinte da rádio Educativa, AM 630, sobre a situação das empresas durante a atual crise econômica no Brasil.


No início da entrevista, o empresário traçou um panorama sobre a crise econômica e política brasileira, além de falar sobre as áreas empresariais afetadas pela crise. Durante a entrevista, Chiamulera deu dicas para quem tem interesse em abrir uma empresa. ‘‘Primeiramente, para ser um empresário, a pessoa precisa saber que está em uma situação de risco e que está colocando em jogo seu patrimônio’’ afirmou e prosseguiu dando exemplo dessa situação: ‘‘se a pessoa quer ter um bar, por exemplo e gosta de cuidar de um bar e trabalhar com isso já é um caminho, mas a primeira coisa que tem que pensar é ‘o que você pretende fazer? Você sabe fazer? Depois disso é que a pessoa pode começar o processo de abrir uma empresa’’.

 

Confira a entrevista na íntegra com o empresário Clécio Chiamulera

bemapbjudibamb403069308 jusprevlogo