O Programa mais Recente:

  • Saiba o que são os direitos humanos e a sua importância para a sociedade

    Saiba o que são os direitos humanos e a sua importância para a sociedade

    Entrevistado:

    Luiza Engers, Henrique Burkinsky e Henrique Delavi Daum

    Data do Programa:

    Sexta, 18 Janeiro 2019

    Tema:

    Clínica de Direitos Humanos da PUR-PT

    Os integrantes da Clínica de Direitos Humanos da PUC-PR, Luiza Engers, Henrique Burkinsky e Henrique Delavi conversaram com o Justiça para Todos, na sexta-feira (18), sobre o trabalho desenvolvido pela Clínica. No início da entrevista os convidados explicaram o que são os direitos humanos, quando eles surgiram e por quais motivos grande parcela da população tem uma visão equivocada com relação a estes direitos. Na oportunidade, os entrevistados também apontaram em quais situações o Estado se torna um violador dos direitos humanos e de que forma estas violações são reparadas. Confira aqui a entrevista na íntegra.

Advogado Rodrigo Kanayama esclarece dúvidas com relação aos precatórios

Quinta, 25 Outubro 2018

Advogado Rodrigo Kanayama esclarece dúvidas com relação aos precatórios

Tema:

precatórios

Entrevistado:

Rodrigo Kanayama

Nesta quinta-feira (25), o Justiça para Todos conversou com o advogado e professor Rodrigo Kanayama, sobre precatórios, que são requisições de pagamento expedidas pelo Judiciário para cobrar de municípios, estados ou da União, assim como de autarquias e fundações, o pagamento de valores devidos após condenação judicial definitiva. Os tipos de precatórios, como os pagamentos são realizados e as possíveis negociações dessas dívidas foram questões esclarecidas pelo advogado no início da entrevista. Além de apontar as mudanças mais recentes no Paraná com relação ao tema, Kanayama explicou as consequências negativas para o estado ao atrasar o pagamento dos precatórios. Na oportunidade, o convidado afirmou: “O ideal é que houvesse uma norma na Constituição que estabelecesse a obrigatoriedade do pagamento dos precatórios anualmente. Que não se deixasse para os outros governos, porque essa dívida cresce e cresce em valores muito grandes, ficando impagável a longo prazo”. Confira aqui a entrevista íntegra.  

bemapbjudibamb403069308 jusprevlogo