TRE-PR reúne cerca de 200 magistrados, de todas as regiões, para ressaltar a “cruzada” do rezoneamento

Rômulo Cardoso Terça, 28 Novembro 2017

TRE-PR reúne cerca de 200 magistrados, de todas as regiões, para ressaltar a “cruzada” do rezoneamento

A tarde de sexta-feira (24) foi de confraternização no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), ao reunir cerca de 200 juízes eleitorais que responderam ao chamado do presidente daquela corte, o desembargador Adalberto Jorge Xisto Pereira.

 

A verdadeira “cruzada” com o trabalho hercúleo do rezoneamento, que teve esforço concentrado para evitar a extinção de mais de 100 zonas eleitorais, foi um dos pontos centrais do encontro.

 

Depois de extenso e detalhado relatório apresentado ao TSE, a Justiça Eleitoral no Paraná conseguiu manter a capilaridade. Xisto Pereira, ao conversar com a magistratura, fez questão de agradecer todos os setores envolvidos no trabalho, como a magistratura, a AMB e a AMAPAR, a classe política, membros do TRE e servidores. “A nossa situação é sui generis, diferenciada de todos os outros estados da federação, pois nós temos fóruns em todas as zonas eleitorais com mais de 10 mil habitantes”, explicou, ao também comentar do trabalho político concentrado.

 

AGRADECIMENTOS

 

Desde o primeiro momento o presidente da AMAPAR e atual coordenador da Justiça Estadual da AMB, o juiz Frederico Mendes Junior, esteve envolvido na verdadeira luta pela manutenção dos bons serviços eleitorais no estado. Fez questão de agradecer a presença dos colegas, que se deslocaram de todas as regiões do estado para o encontro, além do trabalho capitaneado pelo desembargador Xisto Pereira. “Foi um ano muito difícil para o Judiciário, para a magistratura, e segue muito difícil.  Tivemos uma grande “cruzada” nessa área envolvendo o rezoneamento eleitoral, que foi capitaneada pelo desembargador Xisto Pereira.No Paraná, por exemplo, perderíamos mais de 100 zonas eleitorais. Isso causou indignação da sociedade civil, da classe política, da magistratura. Toda essa indignação foi assimilada”, comentou.  

 

HOMENAGENS

 

O encontro no TRE também foi de homenagens, como na inauguração da sala de sessões da corte, que leva o nome do saudoso desembargador Negi Calixto. Também ocorreu a entrega da Comenda do Mérito Eleitoral Paranaense a ex-membros efetivos da corte:

 

  • Na classe de ex-presidentes: desembargador Gil Trotta Telles (in memoriam) e desembargadora Regina Helena Afonso de Oliveira Portes.
  • Na classe de juízes de direito: desembargadores Guilherme Luiz Gomes e Paulo Cezar Bellio e os doutores Ivo Faccenda e Lourival Pedro Chemim.
  • Na classe de procuradores regionais eleitorais: doutor Alessandro José Fernandes de Oliveira.
  • Na classe dos juízes federais: ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Joel Ilan Paciornik e os desembargadores federais Fernando Quadros da Silva, João Pedro Gebran Neto e Wellington Mendes de Almeida.
  • Na classe dos juristas: doutores Josafá Antonio Lemes e René Ariel Dotti.

A solenidade prosseguiu com uma palestra sobre a contribuição democrática da justiça eleitoral pelo professor René Ariel Dotti. “Um dos maiores desafios é preparar as gerações futuras para a formação de novos políticos e lideranças”, afirmou.

bemapbjudibamb403069308 jusprevlogo

Best World Bookamker williamhill.com reviewbbetting.co.uk