O Programa mais Recente:

  • Procurador fala sobre combate ao trabalho escravo

    Procurador fala sobre combate ao trabalho escravo

    Entrevistado:

    Alberto Emiliano de Oliveira Neto

    Data do Programa:

    Quinta, 19 Abril 2018

    Tema:

    Trabalho Escravo

    O combate ao trabalho escravo foi o tema do Justiça para Todos da quinta-feira (19). O procurador do trabalho Alberto Emiliano de Oliveira Neto explicou aos ouvintes o que significa falarmos em trabalho escravo nos dias atuais. “Temos que compreender a escravidão moderna como violação dos direitos fundamentais”, afirmou e complementou: “Especificamente, podemos definir três hipóteses que caracterizam efetivamente o trabalho escravo: a jornada exaustiva, a condição degradante e a restrição da liberdade de ir e vir”. Na oportunidade, o procurador ainda traçou um panorama sobre a evolução histórica do combate ao trabalho escravo no Brasil e pontuou alguns avanços que ocorreram nos últimos anos. Confira aqui a entrevista na íntegra. 

Trabalho desenvolvido por escritório especializado em Direito das Mulheres é tema do Justiça Para Todos

Quarta, 25 Outubro 2017

Trabalho desenvolvido por escritório especializado em Direito das Mulheres é tema do Justiça Para Todos

Tema:

Direito das Mulheres

Entrevistado:

Marina Ruzzi

Nesta quarta-feira (25), o Justiça Para Todos conversou com a advogada Marina Ruzzi, que é sócia e atua em um escritório especializado em Direito das Mulheres e desigualdade de gênero. Ela trouxe mais informações sobre o trabalho realizado pelo escritório, bem como os principais objetivos e o que motivou sua criação. “A ideia era suprir o que acreditávamos ser um vazio dentro do mercado jurídico, porque não havia um escritório comprometido exclusivamente com essa temática”, comenta.
A advogada também falou sobre a importância do atendimento jurídico especializado nas questões referentes à desigualdade de gênero: “A realidade da mulher em situação de violência é bem particular. Por conta disso, acreditamos que é muito interessante que ela tenha uma defesa técnica bem específica”. Destacando ainda a importância das ações que promovem o empoderamento feminino na sociedade, Marina comentou sobre os principais avanços nos últimos anos em relação ao tema, e pontuou os atuais desafios, por parte dos operadores do Direito, no atendimento e suporte às mulheres vítimas de violência.
Confira aqui a entrevista na íntegra.

bemapbjudibamb403069308 jusprevlogo