O Programa mais Recente:

  • Direitos do Torcedor são esclarecidos aos ouvintes do Justiça para Todos

    Direitos do Torcedor são esclarecidos aos ouvintes do Justiça para Todos

    Entrevistado:

    Maximiliano Ribeiro Deliberador

    Data do Programa:

    Quarta, 18 Abril 2018

    Tema:

    Estatuto do Torcedor

    Nesta quarta-feira (18), o promotor Maximiliano Ribeiro Deliberador, participou do programa de Rádio da AMAPAR, o Justiça para Todos. Ele trouxe aos ouvintes mais informações sobre os Direitos do público que participa de eventos esportivos e sobre as leis que asseguram esses direitos, como o Estatuto do Torcedor e o Código de Defesa do Consumidor. A questão da segurança nos estádios foi amplamente discutida durante a entrevista. “A segurança é algo bastante preocupante. É algo que vem tirando, infelizmente, as famílias dos estádios”, reflete o promotor. Ele também explicou ainda quais são as possíveis punições para a violência nos estádios. Confira aqui a entrevista na íntegra.

     

Trabalho da advocacia dativa é tema do Justiça para Todos

Segunda, 13 Março 2017

Trabalho da advocacia dativa é tema do Justiça para Todos

Tema:

Advocacia Dativa

Entrevistado:

Sabrina Maria Fadel Becue

 

O programa Justiça para Todos recebeu nos estúdios da rádio Educativa, AM 630, a advogada e presidente da Comissão da Advocacia Dativa da OAB-PR, Sabrina Fadel Becue. A convidada explicou o que é a advocacia dativa e falou sobre a sua importância para a Justiça e para a sociedade. ‘‘É preciso entender que o advogado é essencial para a administração da Justiça’’, afirmou e prosseguiu: ‘‘a presença do advogado é obrigatória para que as partes tenham seus direitos assegurados. A advocacia dativa vem cumprindo esse papel social que a Ordem dos Advogados do Brasil precisa cumprir’’.

 

Ao final da entrevista, a presidente falou sobre os planos para o futuro para a Comissão. ‘‘Nós iniciamos com outras comissões, a questão do aprimoramento da advocacia dativa, para ter certeza de que os advogados dativos, apesar de, em sua maioria serem iniciantes, tenham plenas condições de dar o melhor atendimento aos assistidos’’, explicou e concluiu: queremos também fazer essa intermediação para o advogado que teve um problema em relação a sua nomeação ou a fixação de seus honorários dativos, que ele possa se servir da Comissão para que nós assumamos essa demanda e possamos dar assistência em eventuais recursos, por exemplo’’.

 

Confira a entrevista na íntegra com a advogada Sabrina Maria Fadel Becue

bemapbjudibamb403069308 jusprevlogo