O Programa mais Recente:

  • Empresário  Josias Cordeiro da Silva fala sobre a legislação tributária

    Empresário Josias Cordeiro da Silva fala sobre a legislação tributária

    Entrevistado:

    Josias Cordeiro da Silva

    Data do Programa:

    Sexta, 14 Dezembro 2018

    Tema:

    Legislação tributária

    Na sexta-feira (14), o Justiça para Todos conversou com o empresário e presidente do World Trade Center Curitiba, Josias Cordeiro da Silva, sobre a legislação tributária e o grupo criado por executivos com a finalidade de discutir mudanças necessárias para esta legislação. O convidado deu início a entrevista falando sobre as dificuldades dos empresários em atender a legislação tributária brasileira, as principais críticas feitas pelo setor a legislação e as possíveis soluções para o excesso de burocracia. Além de explicar o funcionamento, na prática, do grupo de executivos, Josias falou sobre as vantagens para a sociedade, de uma reforma na cobrança dos tributos. Com relação ao valor dos impostos pagos pelas pessoas com uma renda baixa, Josias Cordeiro da Silva opinou: “Hoje é muito danoso para quem é mais pobre, porque o fato é que a carga tributária para essas pessoas é muito maior do que para quem ganha um pouco mais, porque elas pagam o mesmo valor de imposto no produto”.  Confira aqui a entrevista na íntegra. 

A advogada Marina Martynychen fala sobre o orçamento público

Segunda, 01 Outubro 2018

 A advogada Marina Martynychen fala sobre o orçamento público

Tema:

Orçamento público

Entrevistado:

Marina Martynychen

Planejamento do orçamento público foi o tema debatido pelo Justiça Para Todos, desta segunda-feira (1). A advogada Marina Martynychen trouxe informações e esclarecimentos a respeito do assunto, explicando no que consiste o orçamento público, o ciclo orçamentário e suas fases, e as leis que regem esse instrumento de planejamento. Durante a entrevista, Marina também esclareceu como os gastos para cada área são definidos e de que maneira a população tem acesso ao orçamento público. Questionada se os chefes do executivo têm autonomia para cortar ministérios e secretarias, Martynychen ressaltou:“A restruturação do estado cabe, sim, ao gestor público. Então se há o entendimento que com aquele estado reduzido e que pastas devem ser reduzidas para que melhore o fluxo de recursos se efetivem de forma mais positiva as políticas públicas, elas podem sim, serem cortadas”. Confira aqui a entrevista na íntegra. 

bemapbjudibamb403069308 jusprevlogo