O Programa mais Recente:

  • Justiça Para Todos traz informações sobre projeto de lei que dá maior liberdade de fiscalização em uma sociedade limitada

    Justiça Para Todos traz informações sobre projeto de lei que dá maior liberdade de fiscalização em uma sociedade limitada

    Entrevistado:

    Gustavo Pires

    Data do Programa:

    Quinta, 19 Outubro 2017

    Tema:

    Transparência nas empresas

    Nesta quinta-feira (19), o Justiça Para Todos recebeu o advogado Gustavo Pires, especialista em Direito Societário. Falando sobre transparência nas empresas, ele explicou aos ouvintes o que dispõe o projeto de lei, atualmente em discussão no Congresso, que dá aos sócios maior liberdade de fiscalização em uma sociedade limitada. Primeiramente, o advogado esclareceu o que caracteriza esse tipo de organização: “A responsabilidade dos sócios é limitada ao valor do capital social, e é uma sociedade que tem regras de governança um pouco mais simples do que se comparadas com as de uma sociedade anônima, por exemplo”.
    Durante a entrevista, Gustavo também falou sobre os possíveis impactos da aprovação desse projeto de lei no funcionamento das sociedades limitadas, comentando o que poderia ser aprimorado na proposta para uma maior adequação do projeto à dinâmica dessas organizações. O advogado ressaltou, ainda, a importância do acesso às informações e processos de uma empresa por todos os sócios. “Esse direito de fiscalização tem de ser exercido. O sócio tem de estar a par do que tem sido feito, de qual política a empresa tem seguido, de como ela tem conduzido seus agentes e, também, deve acompanhar o andamento do investimento que ele fez”, observa.
    Confira aqui a entrevista na íntegra.

Participação feminina no Poder Judiciário é tema do Justiça Para Todos

Quarta, 26 Julho 2017

Participação feminina no Poder Judiciário é tema do Justiça Para Todos

Tema:

Participação feminina no Judiciário

Entrevistado:

Vera Karam de Chueiri

O Justiça Para Todos recebeu, nesta quarta-feira (26), a advogada e professora da UFPR Vera Karam de Chueiri, que trouxe aos ouvintes da rádio Educativa uma discussão sobre a igualdade de gênero nas carreiras jurídicas e a trajetória das mulheres no Poder Judiciário brasileiro. Explicando de que maneira ocorreu, historicamente, a evolução do acesso das mulheres a esse setor, a professora fez um panorama da atual participação feminina na Justiça. “Ela ainda é minoritária, mas numa relação e numa diferença que, a cada ano, felizmente decresce em relação ao número de homens que ocupam cargos no Poder Judiciário”, comenta.
Durante a conversa, ela também avaliou a baixa representatividade feminina nos cargos políticos, afirmando que a igualdade de gênero na gestão pública é necessária e benéfica nas decisões do Estado que dizem respeito diretamente às mulheres: “Nessa dialética, o outro precisa estar lá corporificado. A mulher tem que estar no parlamento”, pontua. A professora pontuou, ainda, que medidas podem ser adotadas visando ao aumento na igualdade de gênero – tanto no Judiciário quanto na política –, ressaltando que a educação é um dos elementos fundamentais para a efetividade dessas ações. “Temos que investir maciçamente nisso – desde os primeiros anos das crianças, para mostrar que tarefas domésticas devem ser compartilhadas entre meninos e meninas, que a igualdade não é simplesmente algo de fachada, e que toda educação deve ser voltada para que o acesso seja igual a todos”, observa.
Confira aqui a entrevista na íntegra.

bemapbjudibamb403069308 jusprevlogo

Best World Bookamker williamhill.com reviewbbetting.co.uk