O Programa mais Recente:

  • Entenda como se adaptar as mudanças da nova reforma trabalhista

    Entenda como se adaptar as mudanças da nova reforma trabalhista

    Entrevistado:

    Lucas Otsuka

    Data do Programa:

    Quarta, 15 Agosto 2018

    Tema:

    Reforma trabalhista

    O advogado Lucas Otsuka conversou com o Justiça para Todos, nesta quarta-feira (15) sobre a adaptação a nova reforma trabalhista. As principais mudanças na lei, a insegurança jurídica gerada pela nova reforma, as justificativas do governo para tais mudanças e o que são os honorários de sucumbência foram questões esclarecidas por Lucas durante a entrevista. Na oportunidade o entrevistado opinou em relação aos benefícios gerados pela nova reforma trabalhista e explicou o papel do Supremo Tribunal Federal na consolidação dos dispositivos da reforma. Com relação ao tempo de adaptação a nova reforma trabalhista, Otsuka ressaltou: “Esse sentimento de insegurança ele vai perdurar por um bom tempo, e na minha opinião, tanto os trabalhadores quanto as empresas devem ter muita cautela nesse período, agir com muita responsabilidade e tem que analisar bastante antes de tomar qualquer posição”. Confira aqui a entrevista na íntegra.

Mariana Michelotto conversa com o Justiça para Todos sobre os crimes contra a honra

Quinta, 02 Agosto 2018

Mariana Michelotto conversa com o Justiça para Todos sobre os crimes contra a honra

Tema:

Crimes contra a honra

Entrevistado:

Mariana Nogueira Michelotto

A advogada Mariana Nogueira Michelotto conversou com o Justiça para Todos, nesta quinta-feira (2), sobre crimes contra a honra e indenização por danos morais. Mariana começou a entrevista explicando aos ouvintes da rádio Educativa o que são os crimes contra a honra, no que consistem a honra objetiva e a subjetiva e a diferença entre os três tipos de crimes contra a honra, previstos no Código Penal, a calúnia, a difamação e a injúria. Além de esclarecer em quais situação uma pessoa tem direito a indenização por danos morais, Mariana apontou as possíveis punições para os três tipos de crimes. Com relação ao compartilhamento das acusações, sejam elas por redes sociais ou não, a advogada ressaltou: “É importante destacar que o artigo 138 do Código Penal é expresso em afirmar que a pessoa que auxiliou na divulgação das ofensas também pode responder pelo mesmo crime e ser condenada nas mesmas penas”. Confira aqui a entrevista na íntegra. 

bemapbjudibamb403069308 jusprevlogo