O Programa mais Recente:

  • Impacto da nova legislação trabalhista para os jovens é tema do Justiça Para Todos

    Impacto da nova legislação trabalhista para os jovens é tema do Justiça Para Todos

    Entrevistado:

    Ana Paula Leal

    Data do Programa:

    Quinta, 16 Novembro 2017

    Tema:

    Reforma Trabalhista

    O Justiça Para Todos recebeu, nesta quinta-feira (16), a advogada Ana Paula Leal, que falou sobre os impactos da Reforma Trabalhista para os jovens que estão ingressando no mercado de trabalho. Elencando algumas das principais mudanças previstas na nova legislação, que entrou em vigor no dia 11 de novembro, ela especificou quais são as alterações em pontos como remuneração, contrato de trabalho, férias, home office e negociação coletiva de questões trabalhistas.
    Falando sobre as consequências da nova lei para os jovens, a advogada destacou que a regulamentação do trabalho intermitente pode ser uma vantagem aos que optam por essa modalidade. “O contrato de trabalho intermitente pode ser benéfico para esse trabalhador, que antes ficava na informalidade. Essa possibilidade talvez traga mais segurança para os jovens que estão ingressando no mercado de trabalho”, aponta. Por fim, Ana Paula ainda avaliou os desafios, por parte dos operadores do Direito, na resolução de questões trabalhistas após as mudanças na legislação.
    Confira aqui a entrevista na íntegra.

Justiça Para Todos traz informações sobre o Programa SUSCOM + do MPPR

Terça, 24 Outubro 2017

Justiça Para Todos traz informações sobre o Programa SUSCOM + do MPPR

Tema:

Programa SUSCOM +

Entrevistado:

Andreia Cristina Bagatin

O Justiça Para Todos recebeu, nesta terça-feira (24), a promotora de Justiça Andreia Cristina Bagatin, que falou sobre os objetivos do Programa SUSCOM +, do Ministério Público do Paraná. “Unindo a percepção da necessidade de que a população não organizada também fosse ouvida e de pontuarmos o grande potencial que a atenção básica pode trazer que nasceu a ideia do programa”, explica a promotora. Durante a conversa, ela especificou as principais ações propostas pela iniciativa – que atualmente está em fase de implementação no estado.
A promotora também esclareceu quais órgãos integram o programa, bem como a atuação prevista para cada um deles, e destacou a importância da participação popular nas iniciativas com enfoque na atenção básica em saúde. “Entendemos que o programa pode incentivar que os cidadãos comecem a se apropriar dessas possibilidades de atuação, e descubram que eles têm mecanismos para participar positivamente em face do bom funcionamento do serviço de saúde”, ressalta.
Confira aqui a entrevista na íntegra.

bemapbjudibamb403069308 jusprevlogo

Best World Bookamker williamhill.com reviewbbetting.co.uk