O Programa mais Recente:

  • Impacto da nova legislação trabalhista para os jovens é tema do Justiça Para Todos

    Impacto da nova legislação trabalhista para os jovens é tema do Justiça Para Todos

    Entrevistado:

    Ana Paula Leal

    Data do Programa:

    Quinta, 16 Novembro 2017

    Tema:

    Reforma Trabalhista

    O Justiça Para Todos recebeu, nesta quinta-feira (16), a advogada Ana Paula Leal, que falou sobre os impactos da Reforma Trabalhista para os jovens que estão ingressando no mercado de trabalho. Elencando algumas das principais mudanças previstas na nova legislação, que entrou em vigor no dia 11 de novembro, ela especificou quais são as alterações em pontos como remuneração, contrato de trabalho, férias, home office e negociação coletiva de questões trabalhistas.
    Falando sobre as consequências da nova lei para os jovens, a advogada destacou que a regulamentação do trabalho intermitente pode ser uma vantagem aos que optam por essa modalidade. “O contrato de trabalho intermitente pode ser benéfico para esse trabalhador, que antes ficava na informalidade. Essa possibilidade talvez traga mais segurança para os jovens que estão ingressando no mercado de trabalho”, aponta. Por fim, Ana Paula ainda avaliou os desafios, por parte dos operadores do Direito, na resolução de questões trabalhistas após as mudanças na legislação.
    Confira aqui a entrevista na íntegra.

Justiça Para Todos explica polêmica envolvendo exposição no Museu de Arte Moderna

Quinta, 26 Outubro 2017

Justiça Para Todos explica polêmica envolvendo exposição no Museu de Arte Moderna

Tema:

Infância e Juventude

Entrevistado:

Pierre Lourenço

Nesta quinta-feira (26), o Justiça Para Todos recebeu o advogado Pierre Lourenço, que falou sobre o polêmico caso envolvendo uma exposição no Museu de Arte Moderna de São Paulo. Explicando aos ouvintes quais foram os desdobramentos do caso, ele trouxe uma perspectiva jurídica dessa situação. “A legislação é clara: a criança tem que ser protegida em sua integralidade e isso contempla qualquer exposição dela a atos constrangedores”, avalia.
Durante a conversa, o advogado também comentou sobre as possibilidades de responsabilização nesse caso segundo a legislação, e analisou as obrigações dos museus e demais casas de entretenimento quanto à estipulação da faixa etária para o conteúdo em exposição. Por fim, o advogado ainda avaliou outros casos similares que tiveram, recentemente, repercussão na imprensa, e destacou a responsabilidade da gestão pública, de modo geral, na proteção às crianças e adolescentes.
Confira aqui a entrevista na íntegra.

bemapbjudibamb403069308 jusprevlogo

Best World Bookamker williamhill.com reviewbbetting.co.uk