O Programa mais Recente:

  •   Promotora de justiça Vivian Fortunato traz esclarecimento sobre a guarda dos filhos

    Promotora de justiça Vivian Fortunato traz esclarecimento sobre a guarda dos filhos

    Entrevistado:

    Vivian Fortunato

    Data do Programa:

    Segunda, 17 Setembro 2018

    Tema:

    guarda dos filhos

    A guarda dos filhos após o processo de divórcio foi o tema debatido no Justiça para Todos, nesta segunda-feira (17). A promotora de justiça, Vivian Fortunato trouxe aos ouvintes da rádio Educativa, mais informações e esclarecimentos sobre o tema. No início da entrevista, a promotora explicou como se dá o processo de decisão do juiz para determinar com quem a criança morará e as diferenças entre a guarda compartilhada e a guarda unilateral. Questionada a respeito das vantagens da guarda compartilhada e se ela é a melhor, Fortunado afirmou: “Sim ela é melhor. Tanto é que com as alterações dos artigos do Código Civil de 2014, ela passou a ser regra. Porque ela atende melhor as necessidades afetivas e emocionais da criança que precisa do acompanhamento de ambos os genitores para se desenvolver de forma saudável”.  Confira aqui a entrevista na íntegra. 

Justiça Para Todos esclarece principais questões relacionadas à abordagem policial

Sexta, 29 Setembro 2017

Justiça Para Todos esclarece principais questões relacionadas à abordagem policial

Tema:

Abordagem policial

Entrevistado:

Bruno Correia

Nesta sexta-feira (29), o Justiça Para Todos conversou com o advogado Bruno Correia, que esclareceu dúvidas relacionadas à prisão em flagrante, pagamento de fiança e à abordagem policial. Explicando em que casos ocorre uma prisão em flagrante, o advogado falou sobre os procedimentos aos quais o preso deve ser submetido ao chegar à delegacia, bem como os objetivos e a importância da realização das audiências de custódia nesse tipo de prisão.
Bruno também comentou em que casos pode ocorrer o pagamento de fiança e quais crimes são considerados inafiançáveis pelo Código Penal brasileiro. Durante a conversa, o advogado ainda explicou em que casos uma abordagem policial pode ser realizada, falando, também, sobre os atos que podem configurar abuso de autoridade. “É importante destacar que a abordagem fundada em suspeita não pode ser confundida com uma simples desconfiança, principalmente em função da aparência ou condição física da pessoa”, observa.
Confira aqui a entrevista na íntegra.

bemapbjudibamb403069308 jusprevlogo