O Programa mais Recente:

  • Direito Agrário é tema do Justiça para Todos

    Direito Agrário é tema do Justiça para Todos

    Entrevistado:

    Carlos Arauz Filho

    Data do Programa:

    Segunda, 23 Abril 2018

    Tema:

    Direito Agrário

    Na segunda-feira (23) o convidado do Justiça para Todos foi o advogado Carlos Arauz Filho, que é presidente da Comissão de Direito Agrário e do Agronegócio da OAB-PR. Na entrevista, Arauz explicou quais são as demandas mais comuns, no país e no estado, que são relacionadas ao Direito Agrário, além de pontuar as principais dificuldades e desafios atuais para os produtores rurais. “O agronegócio representa hoje, em 2018, algo em torno de 32% do PIB Nacional”, reflete o advogado, a respeito da representatividade do agronegócio no país, e complementa: “o aspecto local do agronegócio também é muito significativo, existem cidades que dependem quase fundamentalmente do agronegócio”. Acesse aqui a entrevista na íntegra. 

Justiça Para Todos esclarece os procedimentos para declaração de despesas com planos de saúde no imposto de renda

Segunda, 09 Abril 2018

Justiça Para Todos esclarece os procedimentos para declaração de despesas com planos de saúde no imposto de renda

Tema:

Imposto de renda

Entrevistado:

Melissa Kanda

O Justiça Para Todos conversou, nesta segunda-feira (9), com a advogada Melissa Kanda, especialista em Direito da Saúde. Ela explicou aos ouvintes como pode ser feita a dedução das despesas com planos de saúde no imposto de renda. Comentando, primeiramente, sobre as regras gerais da declaração e o prazo de entrega definido para este ano, Melissa especificou os procedimentos para o contribuinte de um plano de saúde declarar esse tipo de gasto. “É importante deixar claro que todas as despesas com plano de saúde, respeitadas aquelas previstas na legislação, são deduzidas em seu valor integral”, afirma.
Durante a entrevista, a advogada também esclareceu as dúvidas mais recorrentes sobre o assunto, como os procedimentos para a declaração de planos de saúde empresariais e a dedução em gastos com consultas particulares. Por fim, ela trouxe recomendações gerais aos ouvintes para evitar problemas na declaração do imposto de renda. “O conselho mais importante é que o contribuinte guarde todos os comprovantes das despesas que ele está declarando, para fins de dedução do imposto de renda, pelo prazo mínimo de cinco anos, caso ele caia na malha fina”, observa.
Confira aqui a entrevista na íntegra.

bemapbjudibamb403069308 jusprevlogo