O Programa mais Recente:

  • Juiz Siderlei Ostrufka Cordeiro esclarece dúvidas com relação a eleição de 2018

    Juiz Siderlei Ostrufka Cordeiro esclarece dúvidas com relação a eleição de 2018

    Entrevistado:

    Siderlei Ostrufka Cordeiro

    Data do Programa:

    Segunda, 13 Agosto 2018

    Tema:

    Eleições 2018

    O Juiz Siderlei Ostrufka Cordeiro conversou com o Justiça para Todos, nesta segunda-feira (13) sobre as eleições de 2018 e suas regras para a propaganda eleitoral. Siderlei deu início a entrevista falando sobre a importância do voto consciente, a obrigatoriedade do voto no Brasil e as resoluções aprovadas pelo TSE para as eleições gerais deste ano. Durante a entrevista Siderley também falou a respeito do combate das chamadas Fake News (notícias falsas). Questionado se os votos brancos e nulos é a maneira mais eficiente de protesto forma de protesto,o juiz ressaltou: “A anulação do voto ou o voto em branco é a maneira mais ineficiente de protesto. Não tem um protesto tão inócuo quanto votar em branco ou votar nulo, porque esse voto não é computado. O teu voto nulo não vai anular a eleição”. Confira aqui a entrevista na íntegra.

Impacto da nova legislação trabalhista para os jovens é tema do Justiça Para Todos

Quinta, 16 Novembro 2017

Impacto da nova legislação trabalhista para os jovens é tema do Justiça Para Todos

Tema:

Reforma Trabalhista

Entrevistado:

Ana Paula Leal

O Justiça Para Todos recebeu, nesta quinta-feira (16), a advogada Ana Paula Leal, que falou sobre os impactos da Reforma Trabalhista para os jovens que estão ingressando no mercado de trabalho. Elencando algumas das principais mudanças previstas na nova legislação, que entrou em vigor no dia 11 de novembro, ela especificou quais são as alterações em pontos como remuneração, contrato de trabalho, férias, home office e negociação coletiva de questões trabalhistas.
Falando sobre as consequências da nova lei para os jovens, a advogada destacou que a regulamentação do trabalho intermitente pode ser uma vantagem aos que optam por essa modalidade. “O contrato de trabalho intermitente pode ser benéfico para esse trabalhador, que antes ficava na informalidade. Essa possibilidade talvez traga mais segurança para os jovens que estão ingressando no mercado de trabalho”, aponta. Por fim, Ana Paula ainda avaliou os desafios, por parte dos operadores do Direito, na resolução de questões trabalhistas após as mudanças na legislação.
Confira aqui a entrevista na íntegra.

bemapbjudibamb403069308 jusprevlogo