O Programa mais Recente:

  • Conheça o programa “Justiça e Cidadania também se Aprendem na Escola”

    Conheça o programa “Justiça e Cidadania também se Aprendem na Escola”

    Entrevistado:

    Adriana de Lourdes Simette,

    Data do Programa:

    Quarta, 13 Fevereiro 2019

    Tema:

    Programa Justiça e Cidadania também se Aprendem na Escola

    A juíza diretora do Fórum Descentralizado de Santa Felicidade, Adriana de Lourdes Simette, participou nesta quarta-feira (13) do programa de rádio da AMAPAR, o Justiça para Todos. A magistrada falou para os ouvintes da Paraná Educativa, AM-630, sobre o Programa “Justiça e Cidadania também se Aprendem na Escola”, mais especificamente sobre o seu funcionamento no Fórum de Santa Felicidade.

    O programa, desenvolvido pelo desembargador Roberto Portugal Bacellar, completou recentemente 25 anos e já atendeu mais de 6 milhões de crianças em todo o Brasil. A iniciativa, criada pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), é coordenada no Paraná pela 2ª vice-presidência. A juíza Adriana explica que o objetivo é promover a aproximação do Poder Judiciário com a comunidade, por meio de crianças, que estão na faixa etária dos 9 aos 11 anos.  Confira aqui a entrevista na íntegra. 

Entenda o que é a fake news e seu impacto nas eleições

Quarta, 03 Outubro 2018

Entenda o que é a fake news e seu impacto nas eleições

Tema:

Fake News

Entrevistado:

Marlus Arns de Oliveira

O advogado e professor Marlus Arns de Oliveira conversou com o Justiça para Todos, nesta quarta-feira (3), sobre um assunto muito discutido neste período eleitoral, as notícias falsas, mais conhecidas como fake news. No que consistem as fake news, as suas principais características e de que maneira essas notícias tendenciosas podem causar impacto nas eleições, foram questões esclarecidas pelo advogado, logo no início da entrevista. Na oportunidade, o convidado falou sobre como o Judiciário brasileiro tem lidado com a temática e como a população pode contribuir com o combate às notícias falsas: “o que precisa haver é uma conscientização da população para que ela cheque a informação. Isso é a coisa mais fácil e que pode ser feita por qualquer um de nós”.  Confiara aqui a entrevista na íntegra.   

bemapbjudibamb403069308 jusprevlogo