O Programa mais Recente:

  • Saiba o que são os direitos humanos e a sua importância para a sociedade

    Saiba o que são os direitos humanos e a sua importância para a sociedade

    Entrevistado:

    Luiza Engers, Henrique Burkinsky e Henrique Delavi Daum

    Data do Programa:

    Sexta, 18 Janeiro 2019

    Tema:

    Clínica de Direitos Humanos da PUR-PT

    Os integrantes da Clínica de Direitos Humanos da PUC-PR, Luiza Engers, Henrique Burkinsky e Henrique Delavi conversaram com o Justiça para Todos, na sexta-feira (18), sobre o trabalho desenvolvido pela Clínica. No início da entrevista os convidados explicaram o que são os direitos humanos, quando eles surgiram e por quais motivos grande parcela da população tem uma visão equivocada com relação a estes direitos. Na oportunidade, os entrevistados também apontaram em quais situações o Estado se torna um violador dos direitos humanos e de que forma estas violações são reparadas. Confira aqui a entrevista na íntegra.

Conheça a nova lei 13.718/2018 com a promotora de justiça Mariana Dias

Terça, 30 Outubro 2018

Conheça a nova lei 13.718/2018 com a promotora de justiça Mariana Dias

Tema:

Nova lei 13.718/2018

Entrevistado:

Mariana Dias

A promotora de Justiça Mariana Dias conversou com o Justiça para Todos, nesta segunda-feira (29), sobre a nova lei 13.718/2018 que, entre outras medidas, criminaliza a importunação sexual. As mudanças trazidas pela lei com relação aos crimes contra a dignidade sexual, as penas para esse tipo de crime e como a vítima deve proceder em uma situação de importunação sexual, foram questões explicadas pela convidada no início da entrevista. Na oportunidade, a promotora também esclareceu o que está disposto na lei com relação a divulgação de cenas de estupro. Durante a conversa, Mariana fez uma reflexão a respeito da importância dessa nova lei para garantir os direitos das mulheres: “Mais do que trazer a punição e responsabilização do agressor, essa lei traz um recado para a sociedade no sentido de que a mulher deve ser respeitada na sua dignidade sexual, deve exercer a sua sexualidade da forma como ela entender, dentro dos padrões que não tragam nenhum tipo de prejuízo a ninguém” Confira aqui a entrevista na íntegra. 

bemapbjudibamb403069308 jusprevlogo