O Programa mais Recente:

  • Atuação do Gaeco na Tríplice Fronteira é tema de edição do Justiça Para Todos

    Atuação do Gaeco na Tríplice Fronteira é tema de edição do Justiça Para Todos

    Entrevistado:

    Tiago Lisboa Mendonça

    Data do Programa:

    Quinta, 08 Fevereiro 2018

    Tema:

    Atuação do Gaeco

    O Justiça Para Todos conversou, nesta quinta-feira (08), com o promotor Tiago Lisboa Mendonça, coordenador da unidade de Foz do Iguaçu do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Na oportunidade, ele explicou aos ouvintes sobre as competências e a atuação do órgão: “O trabalho desenvolvido pelo Gaeco é atuar em um nicho muito específico que é a área de combate à criminalidade organizada”.
    Durante a conversa, o promotor também comentou sobre o panorama atual da criminalidade nas áreas de fronteira, mais especificamente em Foz do Iguaçu. “É uma teia muito grande de crimes que se relacionam com essa posição geográfica, e isso demanda uma atuação bem específica do Gaeco”, observa. Tiago avaliou, ainda, os desafios no trabalho desenvolvido pelo órgão nessa região.
    Confira aqui a entrevista na íntegra.

Combate ao abuso e exploração de crianças e adolescentes é tema do Justiça Para Todos

Segunda, 04 Setembro 2017

Combate ao abuso e exploração de crianças e adolescentes é tema do Justiça Para Todos

Tema:

Exploração infantil

Entrevistado:

Tarcila Santos Teixeira

O programa Justiça Para Todos conversou, nesta segunda-feira (04), com a promotora de Justiça Tarcila Santos Teixeira, que atua na Promotoria de Justiça de Infrações Penais contra Crianças, Adolescentes e Idosos de Curitiba. Na oportunidade, ela trouxe aos ouvintes mais informações sobre o combate ao abuso e à exploração infantil, bem como o trabalho do Ministério Público na área.
Explicando a definição jurídica e mencionando algumas das punições previstas em lei para esses tipos de crime, a promotora também comentou sobre a importância do Estatuto da Criança e do Adolescente na garantia dos direitos dos jovens. “As crianças e adolescentes são pessoas em peculiar condição de desenvolvimento e, por isso, são destinatários de uma série de direitos que buscam conservar a sua saúde física e mental, e todas as condições propícias para um desenvolvimento saudável”, afirma. Durante a entrevista, a promotora ainda falou sobre os crimes mais comuns contra crianças e adolescentes acompanhados pelo Ministério Público, esclarecendo também como funciona o procedimento de apuração desses casos.
Confira aqui a entrevista na íntegra.

bemapbjudibamb403069308 jusprevlogo