Representante da AMAPAR na audiência pública com senadores ressalta necessidade de ampla discussão sobre a proposta da Reforma da Previdência

Rômulo Cardoso Segunda, 03 Abril 2017

Representante da AMAPAR na audiência pública com senadores ressalta necessidade de ampla discussão sobre a proposta da Reforma da Previdência

Crédito da foto: ALEP

A Frente de Entidades de Carreiras Públicas no Paraná esteve ao lado de senadores e deputados estaduais para debater a proposta de Reforma da Previdência (PEC 287/2016) durante audiência pública, na sexta-feira, no plenário da Assembleia Legislativa do Paraná.


A AMAPAR faz parte da Frente e esteve representada pelo secretário da entidade, o juiz Marcio Tokars, que evidencia a necessidade de debates sobre a proposta do Governo Federal que traz pontuais alterações nas aposentadorias de trabalhadores dos setores público e privado. “A participação da AMAPAR nesta audiência pública, junto com a APAJUFE e a AMATRA 9, foi fundamental para fortalecer nosso interesse comum, reafirmando que somos favoráveis a uma ampla discussão da proposta de reforma, porém absolutamente contrários à demolição do atual modelo previdenciário”, comentou Tokars.


A presidente da APAJUFE, Patrícia Lopes Panasolo, falou na audiência, ao representar a Frente de Entidades de Carreiras Públicas. Como juíza federal, ela tem a experiência de aproximadamente 15 anos de atuação na apreciação de questões previdenciárias e falou com propriedade ao evidenciar a necessidade de maior participação popular sobre a reforma. “Um direito tão sensível como esse precisa ter debate. Qualquer reforma precisa ter diálogo”, destacou.

 

A magistrada também destacou a importância da Previdência Social para todos os trabalhadores do país. “Previdência social é um direito, não é regalia. Não é algo que o estado nos dá sem algum motivo. É um direito que nos afeta”, completou.


Também estiveram presentes, como convidados, os senadores do Paraná Roberto Requião e Gleisi Hoffman, além do senador do Rio Grande do Sul, Paulo Paim, que fizeram coro à necessidade de alteração do atual texto proposto pelo Governo Federal.


Fazem parte as seguintes associações e sindicatos: Associação dos Magistrados do Paraná, Ministério Público do Trabalho do Paraná, Associação Paranaense do Ministério Público, Associação dos Procuradores do Estado do Paraná, Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita do Estado do Paraná, Sindicato dos Servidores do Tribunal de Contas do Paraná, Associação dos Oficiais Policiais e Bombeiros Militares do Estado do Paraná, Associação Paranaense dos Juízes Federais, Associação dos Magistrados do Trabalho da 9ª região e Associação dos Defensores Públicos.


Novo debate – O tema da reforma previdenciária no Brasil voltará a ser debatido em outra audiência pública na Assembleia Legislativa na próxima terça-feira (4), a partir das 10 horas, no Plenarinho da Casa. De acordo com os deputados Evandro Araújo (PSC) e Marcio Pacheco (PPL), proponentes do evento, a ideia é aprimorar o debate, dirimir dúvidas e expor para a população quais serão as mudanças impostas pelo Projeto de Emenda Constitucional 287/2016, demonstrando os seus reflexos para os trabalhadores contribuintes dos diversos regimes previdenciários.

 

bemapbjudibamb403069308 jusprevlogo

Best World Bookamker williamhill.com reviewbbetting.co.uk